O Tempo ou Espaço-Tempo?

O que é o tempo? Algo certo e imutável a cada segundo? Será que o tempo é uma ilusão? Pode ser estranha esta ideia, mas a negação do tempo já foi idealizada há mais de 2.500 anos. O filósofo grego Parmênides de Eleia, declarou que o movimento era impossível porque para um objeto percorrer certa distância, ele teria que passar por uma série infinita de passos fracionários para ir de um lugar a outro, e ninguém podia dar infinitos passos. Se o movimento era impossível, então a mudança também era, e por isso o tempo era ilusório.

Algo meio confuso de se pensar, porém existe gente estudando, pensando e pesquisando muito em cima desta forma de pensar sobre o tempo. Dizendo que o universo não precisa do tempo. Será que vivemos cercado do passado? Um outro “agora”? É complicado chegar a uma conclusão razoável.

Desta maneira, podemos analisar os relógios atômicos, que são os mais precisos do mundo. Medem o tempo através de oscilações de átomos “supercongelados” (a mais ou menos “tantos Graus”), dependendo de como eles são construídos, podem atrasar apenas um segundo a cada 3,5 bilhões de anos, aproximadamente.

Pois então, houve um experimento que colocou dois relógios desses, precisamente sincronizados e depois um deles ficou um pouco elevado e em relação ao outro. O resultado do experimento foi que o mais alto obteve um pequeno atraso. Vale ressaltar que, quanto mais próximo do centro da terra, maior a gravidade, portanto é maior a sua interação com o tempo.

Por que aconteceu isso? Aconteceu justamente devido ao fato de a gravidade ser um efeito da geometria, uma manifestação da curvatura do espaço-tempo, que é exatamente a quarta dimensão. E para dificultar um pouco mais, outro fato que corrobora com isto é notado durante os eclipses solares. Com eles pode ser verificado que os fótons de luz, provenientes de outras estrelas, sofrem desvios nas proximidades do Sol, provando que a curvatura do espaço tempo na proximidade de outros corpos celestes existe.

Há também o fato de que a percepção de cada pessoa pode mudar conforme realizamos as mais variadas tarefas. Quando elas são prazerosas, parece que o tempo se esvai rápido, sem cerimônia. Entretanto, quando é uma tarefa tediosa, maçante ou mesmo quando estamos sem fazer nada, o tempo parece se arrastar. Até mesmo quando estamos estudando, fazendo algo novo, o tempo caminha mais lento, isso porquê o nosso cérebro está processando, guardando, mudando assim a percepção do tempo. Parecendo nos indicar que o tempo é bem suscetível e moldável ou não?

Agora uma pequena pergunta: O tempo veio antes? Ou o universo? E por que existe o tempo? A teoria das cordas pode responder tudo isso, mas isto é assunto para uma próxima vez.

Um pouco mais sobre:

Mais sobre Parmênides e suas ideias: Wikipédia

Mais detalhes sobre o relógio atômico: Mundo Estranho

Outro artigo bem mais detalhado, sobre o relógio atômico (em inglês): NPR

Maiores detalhes sobre gravidade: Wikipédia

A gravidade e a curvatura do espaço-tempo – Noções teóricas de relatividade: Universo Racionalista

E ela, a teoria da relatividade: Wikipédia

Anúncios

Um comentário sobre “O Tempo ou Espaço-Tempo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s